Programa de Implementação de Procedimentos de Gestão e Segurança das Barragens de Rejeitos - Curso para Engenheiros de Operação

Areas of Study: Environment and Community

O objetivo do presente curso é capacitar os Engenheiros de Operação de estruturas de disposição e contenção de rejeitos, apresentando os principais conceitos sobre a gestão da segurança de barragens de rejeitos que afetam a rotina de diretores e gerentes de empresas de mineração, em unidades de produção com atividades de disposição de rejeitos.

Enroll for Access to All Online Courses

Enrollees have access to all self-paced online courses.

  • Audience Level:
  • Professional
  • Enrollment:
  • Required
  • Duration:
  • 15 hours

Certify to Test Your Knowledge, and Earn a Certificate

Certification is optional. Enrollment is required for Certification.

  • Fee for Certification:
  • Not Available
  • Completion:
  • 30 days
  • CEUs:
  • 0 (0 PDHs)

Course Summary

Introdução

O objetivo do presente curso é capacitar os Engenheiros de Operação de estruturas de disposição e contenção de rejeitos, apresentando os principais conceitos sobre a gestão da segurança de barragens de rejeitos que afetam a rotina de engenheiros de empresas de mineração, em unidades de produção com atividades de disposição de rejeitos.

O assunto tem merecido destaque nos anos mais recentes, em virtude da ocorrência de acidentes com barragens de rejeitos, cujas conseqüências têm causado grande impacto na sociedade com a formação de posições negativas em relação à atividade de mineração, afetando o setor de mineração como um todo e causando um impacto específico sobre as empresas afetadas pelos acidentes, com pesadas multas, interrupção de atividades, suspensão de licenciamentos de novos projetos, etc.

O conteúdo do presente curso foi elaborado para abordar os tópicos mais relevantes sobre o tema de segurança de barragens, partindo dos aspectos ligados às conseqüências dos acidentes sobre o ambiente do negócio de mineração, listando as causas técnicas e gerenciais dos acidentes e apresentando as rotinas principais que fazem parte dos procedimentos de “melhor prática” para a gestão da segurança das barragens de rejeitos.Os tópicos principais incluem...

Conteúdo do Curso

O curso é composto por 21 sessões de trabalho, inúmeras figuras e materiais de apoio, e 4 sessões de revisão interativa destinada a confirmar os objetivos de aprendizagem. Duração do curso é equivalente a cerca de 8 horas de visualização de conteúdo.

Learning Outcomes

  • Discutir as principais Causas Técnicas dos acidentes com Barragens de Rejeitos
  • Discutir as principais Deficiencias na Gestão da Segurança de Barragens de Rejeitos
  • Discutir os principios básicos da boa Gestão da Segurança de Barragens de Rejeitos
  • Discutir as Técnicas e Formas de Disposição do Rejeito
  • Discutir as Estruturas de Contenção
  • Discutir o monitoramento e gestão da segurança das Barragens de Rejeitos
  • Discutir o Processo de Licenciamento de Barragens

Recommended Background

  • Profissional de Engenharia ou Geociências

Joaquim Pimenta de Ávila

Joaquim Pimenta de Ávila, é graduado em Engenharia Civil pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG, 1970); possui especialização em Barragens de Terra (University of Missouri – USA, 1976) e mestrado em Engenharia de Solos (USP, 1981). Atuou como Engenheiro de Solos do Departamento de Geotecnia (1970 – 1976) e como Engenheiro Chefe da Divisão de Barragens (1976 – 1978) na Promon Engenharia S.A – São Paulo – SP. Atuou, ainda, como Engenheiro Chefe do Departamento de Geotecnia (1978 - 1982) na IESA – Internacional de Engenharia – Rio de Janeiro – RJ; como Superintendente de Engenharia (1982 – 1988) e como Diretor de Engenharia (1988 – 1989) na Engerio – Rio de Janeiro – RJ. Desde 1989 atua como Diretor e Engenheiro Consultor da Pimenta de Ávila Consultoria Ltda., empresa especializada em Geotecnia e Recursos Hídricos aplicados à mineração, indústria e geração de energia. A Empresa desenvolve estudos e projetos de barragens de maciços de terra para diversas finalidades, desde a acumulação de água para geração de energia ou abastecimento, até barragens de finalidade de controle ambiental. A Empresa desenvolve, ainda, estudos na área de gestão de águas, elaborando planos de gestão que englobam o manejo da área, desde a captação até a sua disposição como efluente.

Marta Sawaya

Marta Sawaya é graduada em Geologia pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG, 1980); Possui especialização em Geotecnia de Barragens (Universidade Federal de Ouro Preto – UFOP, 1994) e Avaliação Institucional (Universidade de Brasília – UNB, 2001) e mestrado em Engenharia de Barragens (Universidade Federal de Ouro Preto – UFOP, 2005). Analista do Ministério Público do Estado de Minas Gerais desde 2003. Especialista na área de geotecnia ambiental, atuando principalmente nos seguintes temas: fechamento de mina, segurança de barragens e viabilidade ambiental de empreendimentos minerários e hidrelétricos. Foi professora dos cursos de Engenharia Civil e Química Industrial nas cadeiras de Mineralogia, Geologia Geral, Geologia de Engenharia e Mecânica dos Solos (Universidade Vale do Rio Doce – UNIVALE, 1986 a 2003).

Terezinha Esposito

Professora Associada da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Atua na Graduação em Engenharia Civil e no Mestrado em Geotecnia e Transportes da UFMG. Engenheira Civil pela Universidade Federal de Ouro Preto - UFOP (1990), Mestra em Geotecnia pela Universidade de Brasília - UnB (1995) e Doutora em Geotecnia pela Universidade de Brasília - UnB (2000). Realizou Pós- Doutoramento no Laboratório Nacional de Engenharia Civil - LNEC, em Lisboa- Portugal (2008-2009). Atuou como Professora colaboradora do Programa de Pós-Graduação em Saneamento, Meio Ambiente e Recursos Hídricos da UFMG e como Professora convidada da Universidade Federal de Ouro Preto. Foi presidente da Comissão Técnica de Geotecnia Ambiental e fez parte do Conselho da Associação Brasileira de Mecânica dos Solos e Engenharia Geotécnica (ABMS).Tem experiência na área de Engenharia Civil, com ênfase em Obras de Terra e Geotecnia Aplicada a Mineração e Meio Ambiente, atuando principalmente nos seguintes temas: barragens de terra, geotecnia de mineração, rejeito, barragem de rejeito, liquefação de rejeitos granulares, aproveitamento de rejeito como material alternativo na construção civil e análise de risco em barragens.

Giani Aragão

Giani Aparecida Santana Aragão é graduada em Engenharia Ambiental pela Escola de Minas (UFOP, 2005) e possui mestrado em Engenharia Mineral aplicada a geotecnia (UFOP, 2008). Atuou como Engenheira Ambiental na Companhia Brasileira de Projetos Industriais. Atualmente trabalha na Pimenta de Ávila Consultoria, na área de geotecnia ambiental, auditoria e energia.